Conteúdo principal Menu principal Rodapé

Complementando a nota publicada no Portal DGRH em 25/1, as orientações para o recadastramento de servidores ativos foram atualizadas com base na nova legislação, que prevê o recadastramento digital e a prova de vida.

Com objetivo de facilitar o processo, além dos procedimentos para os servidores, foram incluídas respostas para as perguntas frequentes e disponibilizado o conteúdo elaborado pela Secretaria de Gestão e Governo Digital.

Segundo a Ouvidoria da Secretaria de Gestão e Governo Digital, entre os dias 19 e 23/1 houve instabilidade no sistema. Assim, por mais que o servidor tivesse a biometria, não conseguiu efetivar a comprovação de vida. Outro impedimento para a finalização desse processo foi a falha na biometria facial. Por esse motivo, é importante seguir as orientações disponíveis no aplicativo, como estar em ambiente iluminado e sem pessoas e objetos ao fundo, para deixar o rosto bem visível. Nesses casos, a orientação é repetir o procedimento.

Para os servidores que receberem mensagem de não ter biometria cadastrada, a orientação é procurar o Tribunal Regional Eleitoral – TRE para coletar por meio de agendamento prévio. É importante destacar que as informações biométricas podem demorar, em média, até três dias para constar da base de dados.

Já os servidores que possuem biometria cadastrada e não estão conseguindo fazer o recadastramento a orientação da Secretaria é procurar o TRE para atualização.

Caso o servidor tenha efetivado a prova de vida e o sistema não reconheça e indique estar pendente, a Secretaria de Gestão e Governo Digital recomenda que seja relatado ao email sou@sp.gov.br para verificação.

Vale lembrar que todos os servidores ativos da Unicamp, incluindo os afastados e licenciados, deverão se recadastrar até o dia 17/03/2024 por meio do site RECAD.SP ou aplicativo SOU.SP.

Para saber mais:

Ir para o topo